HYPER-V – PLACA DE REDE

Olá Nesse artigo gostaria de explicar um assunto básico do Hyper-V que confunde a todos que começa a utiliza-lo, a criação das placas de redes virtuais.

A instalação do Windows Server e também a do Hyper-V é tranquilo, os passos são bem simples de se fazer e a interface do Hyper-V é intuitiva apresentada ao usuário.

Criamos uma nova máquina, deixamos a placa de rede como não conectada, e adicionamos uma ISO ou CD/DVD do sistema operacional desejado. Ao se deparar com o Virtual Switch Manager, ou Gerenciador de Rede Virtual os usuários iniciantes criam inicialmente uma rede Externa e depois ficam sem entender o resto do funcionamento do Switch Virtual.

Imagem

Temos 3 tipos de placa de Rede sendo:

Externa: Com uma placa de rede setada como Externa ela é capaz de comunicar com a Internet, Host, Máquinas físicas da rede e VM do próprio host ou de outros.

Interna: Comunicação entre Host, e VMs do mesmo Hyper-V (Host). Não fornece conectividade com a rede.

Privada: Apenas comunicação entre as VMs do Host, para fins de segurança e testes que não exijam integração com o Host Físico.

Após sabermos qual função de cada tipo de Switch Virtual, vamos criar nossa placa de rede e explicar alguns pontos. Primeiro selecionamos a rede Externa e clicamos em criar placa de rede virtual. Precisamos dar um nome para a placa de rede para facilitar a identificação caso tenhamos mais placas de rede nesse servidor. Indicamos a placa de Rede como INTERNET, selecionei a placa de rede desejada, sendo que no Windows Server 2012 é possível colocar a placa de rede Wireless também. Marcamos a caixa Allow Management Operating System to Share this Network Adapter, pois muitos se confundem nesse momento. Imagem

Utilizando essa opção significa que o Host físico poderá utilizar essa placa de rede. Caso deixe desmarcada essa opção, a placa de rede será dedicada somente para a VM e o Host não poderá utilizar. Agora iremos até as conexões de rede e verificamos que foi criado 2 placas de rede. Outra confusão que acontece nesse momento em que achamos que os IPs tem que ser adicionado nas duas placas de redes, sendo para o Host e para a VM.

Vemos que na imagem a conexão Ethernet vira apenas um Switch que irá fazer o papel de roteamento entre a máquina física e a VM, deste modo nada precisa ser marcado ou alterado. E onde colocamos um nome (Internet) podemos ver que o switch virtual não está marcado, e é nessa placa que será adicionado o IP do host (Servidor físico).

Para facilitar é interessante alterar o nome das placas de rede para SWITCH VIRTUAL e para as VMs caso seja dedicado, o nome como FILE SERVER – DHCP – HYPER-V (para gerenciamento). Imagem

O IP da VM tem que ser adicionada diretamente no sistema operacional da máquina virtual. Mas antes temos que adicionar essa placa de rede na VM que foi criada previamente.

Imagem

Agora vemos que na máquina virtual chamada de STORAGE, há apenas uma placa de rede, e setamos um IP. Na imagem abaixo fiz o comando ping primeiramente com a opção Allow Management Operating System to Share this Network Adapter desmarcada para o Host e podemos ver que o ping não resolve devido a não estar conectado a nenhum switch.

E no ping abaixo marquei a opção para permitir que o Host comunique com a VM e desta vez a comunicação é resolvida.

Imagem

Fazemos tudo por impulso, instalamos os softwares sem ler antes o procedimento de como fazer, o funcionamento, então deparamos com problemas básicos de conexão entre máquina virtual e Host, e também entre outras implantações como Exchange, System Center. Espero que fique claro para os leitores que procurar entender esse funcionamento de adição de placa de rede com este post, pois também tive a mesma dúvida do funcionamento do Switch Virtual.

Anúncios

6 comentários sobre “HYPER-V – PLACA DE REDE

  1. André, boa tarde.
    Estou com um problema no meu LAB, pois instalei o serviço de DHCP em uma VM server 2012 R2, porém as máquinas clientes não estão atribuindo IP via DHCP, na VM com o 2012 R2 a placa de rede virtual está como rede privada, assim como nas máquinas clientes, mas não sei porquê elas não pegam ip via DHCP, você poderia me ajudar?
    Desde já agradeço.

    Curtir

    1. Boa tarde Anderson. Os clientes que você diz, também são VMs? Pois se não forem, não irão conseguir pegar IP mesmo. A rede privada serve só entre VMs. E claro, tem que estar todas as VMs com essa switch virtual configurado.

      Valeuu

      Curtir

Obrigado por comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s